Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mais sobre mim

foto do autor


Envie as suas dúvidas para

Contacto


Arquivo

2012

2011


Links

Outros blogues da autora


Pesquisar

 



Apresentação

Sexta-feira, 28.01.11
Este blogue tem por objectivo responder a algumas dúvidas relativas ao novo acordo ortográfico, cuja implementação já começou em muitos dos países envolvidos e, em Portugal, está a começar a dar os primeiros passos.

O acordo prevê alterações ortográficas que ultrapassam a queda de algumas consoantes mudas e se passe, por exemplo, a escrever "correto" em vez de "correcto".
Devido à complexidade de algumas das regras, algumas dúvidas têm-me surgido, daí, à semelhança do que fiz no blogue Em Português Correcto, pretendo colocar aqui as minhas conclusões e, ao mesmo tempo, estar rece(p)tiva para tentar responder às questões que os leitores tiverem.
Este espaço não será, portanto, só meu. É a partir deste momento também vosso. Para isso, podem colocar as vossas questões sob a forma de comentário ou enviá-las para o e-mail acordo2011@gmail.com.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

por PN às 18:33

7 comentários

De drika.web a 20.09.2011 às 10:56

Parabéns pela iniciativa.

De Cláudia a 13.09.2012 às 16:20

Gostaria de colocar uma questão. Quando é que o acordo entra em vigor? Mais concretamente, a partir de que data é que uma tese de doutoramento terá de ser entregue ao abrigo do acordo? Obrigada.

De PN a 02.10.2012 às 15:54

Olá, Cláudia. O encontro já se encontra em vigor, simplesmente há uma fase de adaptação de 6 anos, em Portugal, pelo que só se tornará realmente obrigatório em 2015.

De Paulo Valente a 22.11.2013 às 03:38

De facto Cláudia, nunca. E isto porquê? Porque nenhuma universidade portuguesa obriga, por exemplo, um aluno brasileiro a escrever a sua tese em português de Portugal. Isso significa que, no futuro, todas as variantes do português deverão ser aceites. Angola e Moçambique ainda não ratificaram o acordo, sendo bastante provável que continuem a ignorá-lo. Dessa forma poderá sempre argumentar que a sua tese se encontra escrita na variante angolana/moçambicana do Português. Por outro lado, uma tese é propriedade intelectual do seu autor, sendo portanto difícil que juridicamente se possa obrigar o estudante a escrever de acordo com uma determinada norma do português.

De Anónimo a 10.04.2014 às 15:01

Objetivo, não?

De bla§ a 04.11.2015 às 19:13

O acordo ortográfico é uma treta. A Inglaterra não tem acordos com os Estados Unidos da América. Porque raio é que nós vergamos sempre aos interesses exteriores? A maior parte destas mudanças não faz sentido nenhum. Facto passa a Fato e Pacto vira Pato. A maioria das pessoas continuará a escrever da mesma maneira.

De João Carlos Reis a 17.05.2016 às 03:57

Prezado BLA§,
não é bem assim. Os exemplos que deu não são reais.
O que é real é que, apesar dos abortistas propalarem que o aborto vem unificar a escrita, muitos vocábulos que antes se grafavam da mesma maneira de ambos os lados do Atlântico, agora passarão a ter uma grafia divergente.

Comentar post



Comentários recentes

  • custom essay writing service

    I would like to thank for the efforts you have mad...

  • Queen

    Como é que sabe como é que se pronunciam ou não em...

  • Queen

    Exacto, mas fomos nós que nos abaixamos e dissemos...

  • Queen

    Não foi só você que aprendeu, aliás ficou estranho...

  • Queen

    Não entendo uma coisa.Há dupla grafia nos casos em...



visitas



Links

Outros blogues da autora